28/07/23

Posteamento é disponibilizado em fase de testes no e-Map

O e-map da Ecotx, hoje disponibilizado em versão Beta, foi testado ao longo do primeiro semestre em relação à performance da plataforma desenvolvida pela Ecotx Energy Data. Neste texto, falaremos justamente sobre ela ao apontarmos alguns de seus destaques.

Tela de carregamento inicial do e-Map.

#1 — Entrada

Um ponto inicial que precisa de destaque é o tempo de carregamento inicial. Ao abrirmos o Ecomap, hoje, o sistema demora cerca de 33 segundos para carregar. Em contrapartida, ao clicarmos no e-Map, no “Ecotx — Professional”, o sistema desenvolvido internamente leva menos de 10 segundos, ou seja, 70% mais rápido na entrada.

#2 — Performance

A performance do e-Map também apresenta uma velocidade maior, tendo em vista que o mapa funciona com uma nova tecnologia proprietária. Tal característica contrasta com o tempo de carregamento dos dados hoje disponibilizados com o uso do software Environmental Systems Research Institute (ESRI). Ao escolhermos uma região, por exemplo, o basemap atual do Ecomap leva tempo maior para disponibilizar a imagem, enquanto no e-Map, as imagens são disponibilizadas instantaneamente, apresentando um ganho de tempo em aproximadamente 88% (permitindo também uma aproximação maior). Com isso, as informações são demonstradas na tela do usuário em uma velocidade menor.

# 3 — User Experience

Outro destaque é a nova visualização, que permite uma melhor User Experience. O botão de acesso para a lista de camadas do e-Map está à direita e, ao acessá-la, o usuário pode consultar as informações em uma left-side bar (barra à esquerda), cujos elementos foram organizados em formato de grupos, o que permite que a tela fique mais limpa e legível, consequentemente, que possamos chegar aos dados necessários de forma mais rápida e precisa.

Conteúdos organizados por disciplinas.

Além disso, é possível elencarmos, nessa barra da esquerda, o “Favoritos”, vinculado ao usuário que está acessando os dados. Para isso, basta clicarmos na estrela ao lado do título da base de dados que acessamos com mais frequência. Como resultado, a informação fica, literalmente, ao alcance da mão. Esse ponto é muito interessante para usuários que têm, em sua rotina de trabalho, o foco em determinadas bases de dados.

Possibilidade de criação de favoritos.

#4 — Visualização

Outro ponto, que apresenta um conceito diferente, é relacionado ao nível da visualização, porque o e-map consegue entregar um volume maior de dados e mais informações de maneira otimizada na tela do usuário. Hoje, ao ativarmos uma base, aparece a tag “Visualização”, que disponibiliza os dados em formato visual. Porém, ao aproximarmos o mapa com um zoom maior, essa tag transforma-se na “Interação”, que, como já diz o nome, permite que interajamos com os dados disponibilizados no mapa.

Tag de visualização.
Tag de interação.

#5 — Posteamento

Uma melhoria a ser ressaltada é o acesso ao posteamento, lançamento da Ecotx que está em fase de testes. A Ecotx está testando essa performance a nível nacional. Para acessá-lo, precisamos entrar na aba “Distribuição de energia”, porém, vemos que os “Postes de Distribuição” estão desativados, por ser uma base extremamente pesada.

Tag informando necessidade de aplicar zoom para ativar a base de dados.

Basta, para habilitá-lo, aproximar o mapa até que a visualização seja permitida.

Caso desejemos visualizar especificamente algum poste, podemos aproximar ainda mais até que a tag “Interação” seja ativada automaticamente e, em seguida, podemos analisar cada um dos dados: a distribuidora, o código identificador, o proprietário, o tipo de estrutura, material, altura, esforço, município e unidade.

Após zoom aplicado, interação é liberada para essa base de dados.

Por exemplo, ao adentrarmos Curitiba, temos a seguinte visualização, disponibilizada de maneira instantânea, apesar de ser um contexto denso por ser uma região urbana. O conceito de cache apontado ao servidor é ativado automaticamente, e os dados são demonstrados de forma instantânea ao usuário.

Postes na cidade de Curitiba.

Já conhecia o e-Map? Fazemos o convite para visitar nosso stand, em São Paulo, na Intersolar South America 2023, que acontecerá em agosto!

Nos vemos em breve!

Texto: Leticia Pilger
Editor: Paulo Renato Reche